Atendimento Online
(61) 3578-5555 (61) 99953-0555
Ginecomastia

A correção da ginecomastia está indicada nos casos relacionados a influências hormonais na juventude e não regridem após a puberdade. Em casos relacionados ao aumento de peso também pode ser realizada se não houver reversão do quadro.

CONHEÇA MAIS DETALHES

A ginecomastia é uma condição na qual homens possuem um aumento de tecido nas glândulas mamárias que atinge 60% dos homens.

Geralmente a cirurgia é indicada para os homens que mesmo após a fase da puberdade, continuam sofrendo com este problema e o tempo de cirurgia varia muito conforme a situação das glândulas, durando geralmente entre uma e duas horas.

Em casos onde existe apenas o acúmulo da gordura e a glândula não aumenta tanto assim, uma lipoaspiração já resolve o problema.

Agora quando a glândula mamária fica está com uma condição de hipertrofia, o cirurgião precisa realizar uma incisão simples para retirar este excesso.

Dependendo do caso, pode haver necessidade de técnicas combinadas, principalmente quando há excesso de pele e flacidez.

Nesta situação, além de remover os tecidos, o especialista precisa adequar a posição do mamilo e da aréola para que o tórax fique em harmonia com os mamilos.

ANTES E DEPOIS

Além da avaliação médica, o paciente que passa pela ginecomastia precisa realizar exames pré-operatórios de rotina e avaliação das mamas com uma ultrassonografia.

Ao seguir essas recomendações, a recuperação do paciente acontece de forma gradual e saudável e em caso de qualquer sintoma como falta de ar, dores no peito ou batimentos cardíacos anormais, o cirurgião deve ser procurado.

Depois de operar, o paciente precisa seguir alguns cuidados como, por exemplo:

  • Dormir de barriga para cima durante 30 dias;
  • Fazer acompanhamento médico;
  • Não fumar durante 15 dias após a cirurgia;
  • Usar um colete de elástico para melhorar a aderência da pele ao tórax durante 30 dias;
Agende aqui
a sua consulta